sexta-feira, 15 de janeiro de 2010

À beira de um precipício


Enterre-me bem longe para que meus erros e pecados não te impeçam de viver. Os fantasmas do meu passado te perseguem como sombras na escuridão. Não há para onde fugir.

As nossas vidas estão unidas por laços que ninguém pode separar. Aonde quer que você vá, eu estarei ali, pois eu e você somos um só. Restos de uma história que não acabou.

Não se pode lutar contra o inevitável. Aceite a realidade. Venha me encontrar. Deixe-me te mostrar que aqui onde estou é o lugar que você quer ficar.

Por que continuas a querer viver com essa angustia? Esqueça tudo. Nenhum tormento é maior do que a solidão. Eu posso ajudá-lo. Entregue-se. Não tenha medo.

Lembre-se dos momentos que passamos juntos. Não quer revivê-los? Sinto falta do seu beijo, do seu abraço, de como nos amávamos... Sei que você me quer.

Só mais um passo. Feche os olhos. Confie em mim. Escute apenas a minha voz. Você é meu... Eu sou sua... Para sempre... sempre!!!

Srta. Rocha