quarta-feira, 18 de fevereiro de 2015

Waiting for


Quando olhei em seus olhos algo aconteceu
Senti meu coração pulsar mas não como de costume
Afastei-me deles para o meu próprio bem
Mas toda vez que eles se encontravam minhas bochechas coravam
Eu fiquei inquieta, distante
Tentava entender o que se passava em minha cabeça
Ao mesmo tempo que controlava o meu nervosismo
Eu estralava os dedos
Eu mexia no cabelo
Olhava para o nada
Não conseguia me concentrar
Era desconcertante a situação
Mesmo assim eu não queria sair dali
Esperava que você pudesse entender que aquele comportamento não era usual
Que eu só me sentia assim perto de pessoas que despertavam algo em mim
Mas como você poderia saber, se eu não falei?
Eu e a minha mania de achar que as pessoas conseguem adivinhar as minhas atitudes
Enfim, não custava tentar
Quem sabe você adivinhasse
Para minha sorte, você sabia lidar com isso
Pegou-me pela mão e me levou para dançar
Mal sabia você que eu era um desastre dançando
Que minha falta de senso de direção era um perigo para os seus pés
Mas você não se importou com isso e logo estávamos abraçados
Eu seguia o ritmo da música
Entretanto era difícil pensar e dançar ao mesmo tempo
Como ignorar que você estava tão perto de mim?
Foi então que aconteceu
Não me lembro bem o que desencadeou esse ato
Mas quando percebi estávamos nos beijando
Por alguns instantes fiquei fora de mim
Absorta naquela sensação
Aproveitando o momento
Ao abrir os olhos, vi que você estava lá
Nesse gesto senti as barreiras se desfazerem
Não importa o que passou e sim o que pode acontecer
Eu só sei que desse dia em diante eu quero estar com você!

Srta. Rocha

Nenhum comentário:

Postar um comentário