segunda-feira, 1 de agosto de 2016

Nem toda história tem começo, meio e fim


Aprende-se na escola que toda redação tem que ter introdução, desenvolvimento e conclusão, assim como os contos, as crônicas, os romances e afins. Contudo, na vida real as coisas não são desse jeito. Tem história que acaba antes mesmo de começar; enquanto outras se arrastam no desenvolvimento por não saber como concluir e algumas vezes você nem sabe que faz parte de um enredo. Será culpa do autor? Ou de suas personagens instáveis e imprevisíveis? Não há técnica que ensine a escrever a vida. Ou borracha que apague os erros. O que significa que não há rascunhos. Tudo é versão final. A única coisa que pode-se fazer é melhorar a cada história e entender que até mesmo as entrelinhas tem muito a dizer.

Srta. Rocha