sexta-feira, 21 de outubro de 2016

O tempo é a resposta!


Eu nunca pensei que pudesse sentir a liberdade na cidade grande. Para mim, liberdade era o vento batendo no rosto em contato com a natureza. Entretanto, eu levei muito tempo para perceber que eu posso ser livre aonde eu quiser e estiver. Basta eu me permitir. Porque o tempo é a resposta. O que você faz dele é o que te torna livre ou prisioneiro. E eu não digo prisioneiro no sentido literal da palavra. Quantas correntes invisíveis nos prendem? Quantos obstáculos colocamos no caminho? A felicidade pode estar na fração de segundo que nossos olhos se encontram. No instante que nossos lábios se tocam. Ou apenas no silêncio dos seus braços. Não importa que seja somente hoje. Somente agora. O que realmente importa é sentir o sangue correndo nas veias. O coração batendo mais rápido. Sentir-se vivo!

Srta. Rocha